Notícias

Flor da Serra do Sul, PR °min °max

Avaliado Plano Municipal de Educação

Foi realizado na semana passada, na Câmara de Vereadores de Flor da Serra do Sul a audiência pública para apresentar o relatório de avaliação do Plano Municipal de Educação. O secretário de Educação, Doalsei Caranhatto, destacou que Plano Municipal se enquadra no Plano Nacional de Educação para os anos de 2015 a 2024, e por isso segue as diretrizes nacionais.

“Esse relatório vem para analisarmos as atividades que já foram feitas e continuam acontecendo no município, e assim vermos o que já conseguimos alcançar das metas e onde precisamos melhorar. Então a comissão do Conselho Municipal de Educação reunida com convidados e equipe técnica fez essa apresentação do relatório para os presentes como forma de prestar contas do desenvolvimento da nossa educação”, afirmou o secretário.

O objetivo da audiência, além de fazer a apresentação do relatório, foi conseguir a aprovação dos presentes para então encaminhar o documento ao Núcleo Regional de Educação para constar no site do Ministério da Educação (MEC) os avanços de Flor da Serra do Sul. “Os dados que tínhamos relacionados oficialmente a educação do município eram do Censo do IBGE de 2010. Então conseguimos fazer uma avaliação dos últimos oito anos e percebemos que em muitos pontos evoluímos, sendo que em alguns já alcançamos a meta que estava prevista para 2024. Por exemplo: tínhamos como meta que nenhuma criança de 4 a 5 anos estivesse fora da escola, e nós já alcançamos esse objetivo. Outra meta era que no mínimo 50% das crianças entre 0 a 3 anos estivessem nas creches, e nós já alcançamos 56,8%. Pode parecer pouco, mas precisamos analisar que as crianças de um ano que moram no interior, por exemplo, permanecem em casa, mesmo tendo o transporte escolar. Então proporcionalmente 56,8% é um bom número”, enfatiza.

Doalsei afirma ainda que os objetivos que ainda não foram alcançados estão dentro do prazo e que a Administração e Secretaria de Educação estão trabalhando para alcançar esses objetivos. “Queremos alcançar a meta prevista e tentar ir além, para buscar o melhor da nossa educação”, destacou.

O secretário avaliou a realização da audiência e dos resultados obtidos. “Acredito que a avaliação foi boa, surgiram ideias, sugestões e questões que podem ser utilizadas para aperfeiçoar cada vez mais o nosso trabalho futuramente”, declarou.

Mudanças na pré-escola

O secretário explicou que havia como plano de meta estabelecido que o aluno fosse avaliado no terceiro ano das séries inicias através da prova ANA que é Avaliação Nacional do Aluno. “Até então ele tinha que estar alfabetizado até o terceiro ano, ou seja, saber ler, escrever e fazer as operações de matemática. Hoje, pela Base Nacional Comum Curricular que temos o Governo estabeleceu que a idade mínima para que o aluno esteja alfabetizado seja no segundo ano, então para isso o Governo dispôs uma forma de que até as séries iniciais além do professor regente, tenha-se mais um assistente em sala de aula, que vai ser o assistente da alfabetização. Esse assistente irá auxiliar os professores em sala”, detalha.

O secretário explica ainda que essa é uma iniciativa que deverá ser adequada ainda antes de entrar em funcionamento. “Esse assistente não será como um professor, ele apenas receberá por hora aula trabalhada. Mas ainda temos alguns pontos a analisar antes de entrar em vigor”, explica.