Notícias

Flor da Serra do Sul, PR °min °max

Produtor perde mais de uma saca de soja na hora da colheita

Toda vez que a colheitadeira passa na lavoura de soja de seu Ademir Pompermaier fica para trás a marca do prejuízo: de grão em grão, os produtores de Flor da Serra do Sul chegam a perder 1,63 sacas por hectare. “Temos um grande desafio pela frente, a Embrapa [Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária] recomenda que a perda na colheita não ultrapasse 0,75 sacas por hectare” salienta a engenheira agrônoma, Sônia Toigo. Esses dados foram divulgados no resultado do primeiro concurso regional de redução de perdas na colheita de soja.


 O concurso foi realizado na última safra de soja e abrangeu 17 municípios da regional de Francisco Beltrão.  A divulgação dos vencedores foi feita no dia 20 de maio em Francisco Beltrão. Foram 180 lavouras inscritas, em Flor da Serra do Sul oito produtores participaram do concurso. O grande vencedor, o agricultor de Capanema Cezar Escher, agora anda com uma moto zero quilômetro. Ele teve uma perda de 9,51 quilos por hectare. Perda que ficou longe de ser alcançada pelo produtor melhor colocado de Flor da Serra do Sul, Loiri Legner que perdeu 53,68 quilos por hectare, na última safra.



Segundo a engenheira agrônoma, Sônia Toigo, Flor da Serra do Sul tem uma topografia que contribui para aumentar o índice de perdas. “A máquina do produtor não está preparada para trabalhar nessa realidade. Os produtores inscritos no concurso não tinham máquinas com peneira nivelante ou rodado duplo” explica Sônia. 


As máquinas que apresentam esses equipamentos proporcionam maior estabilidade em terrenos de relevo ondulado como os de Flor da Serra reduzindo as perdas. “Hoje as máquinas mais modernas apresentam todos esses equipamentos, o resultado é eficiência na colheita” salienta Sônia.



Agora a Secretaria de Agricultura de Flor da Serra do Sul trabalha para minimizar o prejuízo da próxima safra e chegar a perda aceitável de 0,75. “Solicitaremos ao Senar um curso de regulagem, operação e manutenção de colhedoras automotrizes” diz Sônia. Os produtores interessados em diminuir as perdas poderão procurar a Secretaria de Agricultura.



O dinheiro que não chega ao bolso do produtor
São 3,5 mil hectares de soja cultivados em Flor da Serra do Sul. A cada safra são deixadas para trás em média 1,63 sacas por hectare, totalizando 5.705 sacas. Hoje o valor da saca está R$ 42,00. O valor jogado no ralo é exorbitante: R$ 239.610,00. “O produtor perde muito dinheiro, valor esse que deixa de movimentar a economia local” finaliza a engenheira agrônoma, Sônia Toigo.
Confira a baixo os três produtores que tiveram a melhor colocação em Flor da Serra do Sul:



Colocação Produtor Pesagem total Perda kg/ha Perda sc/ha
1 Loiri Legner 42,95 53,6875 0,89
2 Jeovani F. Correa 51,56 64,45 1,07
3 Ademir Pompermaier 66,28 82,85 1,38
Média Municipal 78 97,5 1,63