Notícias

Flor da Serra do Sul, PR °min °max

Mais 82 alunos recebem certificado de participação no Programa Educacional de Resistência às Drogas em Flor da Serra do Sul

O evento foi realizado na quinta-feira, dia 20 de novembro, no Centro de Eventos de Flor da Serra do Sul, contando com a presença dos formandos, familiares dos alunos, munícipes e lideranças locais


 


Estiveram presentes no evento a Prefeita municipal Lucinda Ribeiro de lima Rosa, Comandante Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária Tenente Ronaldo de Abreu , Educador Social do Proerd  Soldado Volnei Schossler, Educadora Social do Proerd Soldada Tatiane Wajand, vereadores, secretários, familiares, munícipes e visitantes da região.


De acordo com o Educador Social do Proerd, Soldado Volnei Schossler, no evento, formaram-se mais 82 alunos sulflorenses. “Sem dúvidas, essa é uma grande vitória para o Município. No total, Flor da Serra do Sul conta hoje com 1336 alunos que já se formaram no programa no decorrer desses 12 anos que o mesmo é executado no Município. Nosso objetivo, bem como o da Administração, é continuar executando esse trabalho, levando às crianças e adolescentes as informações necessárias sobre os malefícios do uso de drogas e violência”.


Na oportunidade, o Sodado agradeceu ao apoio recebido por parte dos educadores, pais e também da Administração. “É importante lembrar que sem o apoio da equipe administrativa, dos profissionais da educação e da família dos alunos, nada disso seria possível. O Programa Educacional de Resistência às Drogas só alcança seu objetivo de conscientização quando é levado a sério por todos e não se restringe somente a sala de aula. É necessário também haver o apoio dos pais, para que continuem incentivando seus filhos á dizerem não para as drogas e a violência. Quando todos cooperam, o sucesso é absoluto”.


O Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) é a adaptação brasileira do programa norte-americano Drug Abuse Resistence Education (D.A.R.E.), criado em 1983. No Brasil, o programa foi implantado em 1992, pela Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, e hoje é adotado em todo o Brasil. O programa conta com três currículos, sendo eles o Proerd para Educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental; Proerd para 4ª série/5º ano do ensino fundamental e Proerd para Pais/Responsáveis.


O Programa possui como material didático o Livro do Estudante, o Livro dos Pais e o Manual do Instrutor, auxiliando aos respectivos alunos e Policiais Proerd no desenvolvimento das lições.


O Programa consiste em uma ação conjunta entre as Policias Militares, Escolas e Famílias, no sentido de prevenir o abuso de drogas e a violência entre estudantes, bem como ajudá-los a reconhecer as pressões e as influências diárias que contribuem ao uso de drogas e à prática de violência, desenvolvendo habilidades para resisti-las.


Segundo a Prefeita de Flor da Serra da Sul, Lucinda Ribeiro de Lima Rosa, o Proerd é um projeto de grande importância para a prevenção e conscientização dos jovens a respeito dos malefícios presentes nas drogas e das consequências drásticas da violência. “Sem dúvidas, o Programa Educacional de Resistência às Drogas traz grandes benefícios para os nossos alunos, pois transmite á eles a importância existente no fato de tomarem as decisões corretas para terem um bom futuro. Durante as aulas, eles aprendem como dizer não às drogas, além de serem instruídos sobre a forma que devem agir em determinadas situações e receberem o conhecimento sobre os malefícios existentes nas drogas e no uso da violência”.


Outro ponto importante para que o Programa seja executado com sucesso é a colaboração de toda a sociedade. “Sabemos que quando os alunos e instrutores recebem o apoio dos professores, pais e lideranças o trabalho flui com muito mais facilidade. Além disso, o Proerd não é executado somente dentro da sala de aula, mas também fora dela, através dos familiares e amigos dos alunos”.


O Proerd é mais um fator de proteção desenvolvido pela Polícia Militar para a valorização da vida. Hoje o Programa Educacional de Resistência às Drogas  é desenvolvido em vários municípios Paranaenses, através da parceria criada entre escola, Polícia Militar e família, na qual os professores, alunos, policiais e pais interagem, de forma pedagógica, no processo de ensino aprendizagem, buscando a formatação de uma rede protetiva, que viabilize a potencialização de grupos sociais sadios.


=”” De acordo com a Secretária de Educação de Flor da Serra do Sul, Inês Pazollini, a participação e formatura dos 82 alunos no Proerd foi um verdadeiro sucesso. “Acredito que o Programa Educacional de Resistência às Drogas é um trabalho de suma importância para conscientizarmos os nossos jovens. Diante do aumento do consumo de drogas proibidas ou não, entre crianças e adolescentes em idade escolar, torna-se necessário um trabalho efetivo e contínuo de prevenção de uso de drogas, entre os jovens que ainda não tiveram contato com tais substâncias. A partir dessa formatura, esperamos que os pais e familiares deem continuidade para esse trabalho de conscientização em casa, alertando seus filhos sobre os perigos e a necessidade de dizer não às drogas”.


O Proerd recepciona, necessariamente, a parceria da Secretaria de Estado da Segurança Pública, da Secretaria de Estado da Educação, Secretarias Municipais de Educação, da Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania e demais instituições e órgãos, públicos e privados, que tenham por objetivo o bem-estar social, projetando seus esforços estrategicamente na prevenção da criminalidade, concorrendo para a diminuição dos índices de violência e criminalidade, especialmente para a diminuição do uso abusivo de drogas, que vem se caracterizando como o flagelo do terceiro milênio.


O Programa Educacional de Resistência às Drogas foi acolhido por todas as Polícias Militares do Brasil adaptando-se, com singular justeza, ao propósito preventivo, que objetiva prevenir o uso abusivo de drogas e a violência entre crianças, adolescentes e adultos. Possui caráter social preventivo, que tem como objetivo prevenir o uso de drogas, inserindo em nossas crianças a necessidade de desenvolver as suas potencialidades para que alcancem de maneira concreta e plenamente seus sonhos de uma sociedade mais justa e segura.


 Fonte: SÉRGIO KOLLENBERG – Assessoria de Imprensa







=””