Notícias

Flor da Serra do Sul, PR °min °max

Flor da Serra não retornará com as aulas presenciais na rede municipal

O ano letivo de 2021 na Rede Estadual de Ensino do Paraná vai começar em 18 de fevereiro em formato híbrido. Ou seja, com parte dos alunos assistindo às aulas de forma presencial nas escolas, enquanto o restante dos estudantes acompanha, simultaneamente, a mesma aula de maneira remota. A intenção é que haja um revezamento semanal entre os estudantes dentro do próprio sistema.
Em Flor da Serra do Sul, o processo com as escolas estaduais segue o mesmo, enquanto os educandários municipais seguirão com as aulas remotas (on-line). A afirmação é da secretária de Educação, Solange Rippel Rombaldi. Segundo ela, as aulas na rede municipal da cidade não serão presenciais, iniciando na próxima segunda-feira, 8.
“A didática seguirá como no ano que passou, sendo disponibilizado material impresso para os alunos, realizando visita às famílias, e também com grupos no WhatsApp.  Os professores, estarão na escola seguindo o cronograma, para tirar dúvida dos alunos”, explica esclarecendo que de primeiro momento, será sondado como foi a aprendizagem dos alunos no ano de 2020.
Solange ainda diz, que precisarão da compreensão dos familiares, além de continuarem ajudando os filhos nas atividades. Para ela, o momento não é adequado para volta às aulas no formato presencial, e pede calma e paciência aos pais. A partir de abril, talvez, irão conseguir retornar com as aulas presenciais. “A expectativa é que até abril a vacina já tenha sido disponibilizada para um grande número de pessoas”, relata. “Este é o nosso objetivo: em fevereiro e março, iniciar um levantamento sobre o aprendizado dos alunos, para que a partir de abril possamos começar um novo procedimento”, afirma.
 
Mudanças
O quadro de professores não sofrerá alterações, assim, já sendo feita a distribuição de aulas. “No dia 8, além do início das aulas, entregaremos apostilas aos alunos, para um maior auxílio nas suas atividades”, esclarece a secretária.
O Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) não retornará às atividades, mas que nas creches, a turma do berçário terá encontros via WhatsApp para acompanhamento e estimulação da família, enquanto a turma do maternal, inicia com material impresso. Para os trabalhos em 2021, Silvana realça que há uma expectativa grande, já havendo mudanças nos espaços dentro da escola, para melhor atender quem precisar de ajuda.
“Queremos retornar às aulas com segurança, que é a prioridade do momento. Conseguir o retorno das aulas efetivas em sala de aula, com todo quadro de alunos, sem fazer escalonamento. E temeremos pela qualidade dos serviços prestada por nossos professores, e também a segurança deles”, diz. “Nunca esquecer do nosso objetivo que é ensino-aprendizagem, pois se temos uma qualidade de ensino para nossos alunos, teremos um resultado garantido”, finaliza.