Notícias

Flor da Serra do Sul, PR °min °max

Encerrada Campanha contra Aftosa

=”javascript:popup(‘/pop-up/noticias.asp?id=307&img=01’);”>


A segunda etapa da campanha de vacinação iniciou dia 1º de novembro e se estendeu até o final do mês. A primeira etapa contra a aftosa foi em maio com a vacinação de 100% dos animais. Conforme dados da SEAB (Secretaria do Estado de Agricultura e Abastecimento) há em Flor da Serra aproximadamente 15,7 mil cabeças de gado. Até o dia 4 de dezembro nem todos os pecuaristas haviam apresentado a nota fiscal comprovando a compra das vacinas.


Giovani Luiz Pizzatto, técnico agrícola e responsável pela subunidade do SEAB em Flor da Serra informa que há 720 propriedades no município. Destas, 70, não tinham apresentado o comprovante de compra da vacina até o dia a primeira semana de dezembro. Estes agricultores puderam apresentar as notas até o dia 4 de dezembro. A partir desta semana a SEAB está multando os produtores que não vacinaram seu rebanho.


=”javascript:popup(‘/pop-up/noticias.asp?id=307&img=02’);”>Em visita à Agropecuária Schnem, conversamos com o proprietário Dirceu Schnem, que nos explicou como foi efetuada a campanha contra a Febre Aftosa no município de Flor da Serra do Sul.


Países da Europa, Ásia e América do Norte mantêm tratados rígidos sobre a compra de carne. Países inteiros podem ser boicotados caso haja a comprovação de aftosa no seu rebanho. Isto deixa claro que o relaxamento de um único produtor pode comprometer todo o rebanho de um município ou região. Na confirmação de um caso os órgãos sanitários isolam uma área de pelo menos 25 quilômetros, sacrificam e enterram os animais do rebanho.


Dirceu Schnem explica que as doses da vacina são vendidas em frascos, que podem conter de 10 a 50 doses, e custa, em média, R$ 1,25. As vacinas devem ser condicionadas a temperatura variando de 2 a 8 graus positivos. “Quando vendemos entregamos as vacinas dentro de uma caixinha de isopor com gelo. Daí o agricultor se responsabiliza de chegar em casa e vacinar o gado” explica o Dirceu.


Sintomas da Febre Aftosa


Os animais infectados apresentam febre alta, frieiras nas patas e na língua, o que os impede de se alimentar.


A contaminação de seres humanos por esse vírus é rara. No caso de contaminação o ser humano apresenta feridas, inflamação na mucosa e febre elevada. O período de duração da doença é de 3 a 5 dias. Existe uma forma mais grave de contaminação que atinge a garganta e pulmão e provoca complicações respiratórias.


Não existe tratamento para a doença, o que se pode fazer é desinfetar as feridas e tomar analgésicos para a dor. Existem países que tem restrição à compra de carne de países que possuam histórico de casos de Febre Aftosa.






=”javascript:popup(‘/pop-up/noticias.asp?id=307&img=01’);”>