Notícias

Flor da Serra do Sul, PR °min °max

Aumenta número de benefícios do Bolsa Família

=”javascript:popup(‘/pop-up/noticias.asp?id=220&img=01’);”>As famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família do Governo Federal em Flor da Serra do Sul passaram de 311 para 434, do total de 950 cadastradas.
Conforme o técnico e digitador dos cadastros do Bolsa Família, Francione de Góes, as pessoas inscritas devem atualizar o cadastro, pois serão cancelados os benefícios daqueles que não fizerem o recadastramento.



Para se recadastrar é preciso apresentar o título de eleitor, carteira de identidade, CPF, comprovante de residência e frequência escolar dos filhos. “É necessário atualizar o cadastro, porque senão o governo entende que as crianças não estão na escola ou que a pessoa superou a renda e não necessita mais do benefício” esclarece Francione.
Com o aumento do número de benefícios do Bolsa Família, Flor da Serra que recebia em média R$ 29 mil, passou a receber R$ 37 mil a partir deste mês.



O técnico destaca que os dados atualizados e corretos permitem que mais famílias sejam beneficiadas e com isso o município também recebe os repasses do IGD (Índice de Gestão Descentralizada), no valor de R$ 2,50 por cadastro. Estes recursos são utilizados na gestão do programa e compra de equipamentos necessários para atender a população.
A equipe responsável pelo Programa Bolsa Família faz visitas para constatar se realmente as pessoas necessitam receber o auxílio. “São três pessoas que representam o órgão público, comércio e sindicato.


Não adianta a pessoa vir aqui dizer que é carente se realmente não for, porque a comissão vai até a casa desta pessoa e comprova se o que ela disse realmente é verdade” explica Francione.


Novos valores do Programa


A partir de setembro, o benefício básico, pago às famílias com renda familiar de até R$ 70,00 por pessoa, subirá de R$ 62,00 para R$ 68,00. Já o benefício variável (pago de acordo com o número de crianças) passará de R$ 20,00 para R$ 22,00 e o recurso vinculado aos adolescentes de R$ 30,00 para R$ 33,00.



Os dois benefícios variáveis são pagos a toda população cadastrada que se enquadra no perfil do programa (renda mensal de até R$ 140,00 per capita), mas são limitados a três crianças e a dois adolescentes por família. E todos precisam cumprir as condicionalidades do Bolsa Família: freqüência escolar de 85% das aulas para alunos dos 6 aos 15 anos; de 75% para adolescentes de 16 e 17 anos; vacinação infantil e acompanhamento do pré-natal.   Com a alteração, o valor mínimo vai de R$ 20,00 para R$ 22,00 e o máximo de R$ 182,00 para R$ 200,00.


Fonte: Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome






=”javascript:popup(‘/pop-up/noticias.asp?id=220&img=01’);”>