Notícias

Flor da Serra do Sul, PR °min °max

Vaca produz mais de 46 litros por dia

=”javascript:popup(‘/pop-up/noticias.asp?id=442&img=01’);”>O pecuarista Gilmar Batistela está sorrindo de orelha a orelha porque a ‘Juma’ tá dando mais de 46 litros de leite por dia. É com esta familiaridade que a esposa Sandra conta a história da vaca Juma de raça holandesa que aos 60 dias da segunda cria está produzindo mais de 46 litros de leite por dia. “A gente fica até com receio de contar. Porque ninguém acredita que uma vaca do interior de Flor da Serra chega a produzir mais de 45 litros de leite por dia. Mas é verdade. Estão de prova o veterinário Valmor Felipe Júnior e o Secretário de Agricultura Nelson Kunsler” afirma Sandra revelando que o nome da vaca foi inspirado na novela Pantanal.



Há 18 anos Gilmar mora na linha Foguista, zona rural de Flor da Serra do Sul, e há pouco mais de 10 anos lida com vacas de leite, trabalha com as raças típicas da região: Holandesa, Jersey e cruzamento destas duas raças. De 2005 pra cá passou a usufruir do programa de inseminação artificial da Secretaria de Agricultura do município e começou a melhorar o seu plantel leiteiro. O próprio pecuarista admite que só aceitou fazer parte do programa depois de muita insistência da Secretaria de Agricultura e de ouvir outros pecuaristas dizendo que valia a pena.



Juma nasceu dia 21 de janeiro de 2007, no auge da produção da primeira cria chegou a produzir 25 litros por dia. Há 60 dias esta vaca holandesa criou novamente, está produzindo em média 46 litros/dia, no entanto o auge da produção se dá por volta dos 5 meses. “Esta vaca tem porte pra chegar a 55, até 60 litros. Tudo vai depender da ração e do pasto. Mas é como eu falo para o Gilmar, a Juma está em cima da faca, tá equilibradinha, se a gente se descuidar ela pode cair pra um lado ou para o outro” comenta o médico veterinário Valmor Júnior.



=”javascript:popup(‘/pop-up/noticias.asp?id=442&img=02’);”>“É gratificante ver uma vaca que nasceu do programa de inseminação da prefeitura produzindo esta quantia de leite” afirma o Secretário Nelson orgulhoso com o programa de melhoramento genético do plantel de Flor da Serra do Sul. Os pecuaristas têm suas vacas inseminadas praticamente sem custo. Sêmen e material são pagos pela Prefeitura, o único custo é o deslocamento do inseminador.



Através de parcerias a Secretaria de Agricultura disponibiliza de uma vasta variedade de raças de touros, cada um com características específicas para melhorar a genética dos animais. “A Juma é uma excelente vaca, produz muito acima da média nacional que é de apenas 5 litros, mas ela também tem defeitos. A estrutura óssea do dorso é pequena e isto pode ser um problema na hora do parto. Agora vamos achar um touro eu minimize este problema” finaliza Valmor Júnior.



Gilmar José Batistela é mais um dos pequenos pecuaristas da região que tem como principal fonte de renda o leite. Com seis hectares de pastagem alimentam 15 vacas de leite. Onze estão em lactação e produzem aproximadamente 6,5 mil litros por mês. A esposa Sandra trabalha como agente de saúde e nos finais de semana ajuda Gilmar na lida com as vacas de leite.