Notícias

Flor da Serra do Sul, PR °min °max

Programa quer controlar a qualidade da produção leiteira

O Programa de Análise de Rebanhos Leiteiros do Paraná tem com objetivo monitorar o rebanho leiteiro, melhorar a qualidade do leite e aumentar o seu valor no mercado. “Com a coleta e a análise do leite será possível identificar também uma das mais importantes doenças que afetam os bovinos leiteiros, a mastite subclínica” explica a engenheira agrônoma, Sônia Toigo. O programa é realizado pela Associação Paranaense de Criadores Bovinos da Raça Holandesa em parceria com a Emater.



Com a análise das amostras será possível identificar o percentual de gordura, proteínas, lactose e o número de células somáticas do leite.  “É importante o produtor saber como está a qualidade do leite da sua propriedade. A instrução normativa número 51 [que regulamenta a comercialização do leite]  penalizará os produtores que não vendem o leite em conformidade com os padrões higiênico e sanitários” explica Sônia.



A contagem de células somáticas já é uma ferramenta utilizada há mais de 25 anos nos países europeus. “O animal que apresenta uma produção leiteira com mais de 200 mil células por ml precisa ser retirado do rebanho para melhorar a qualidade do leite” explica Sônia. A coleta será feita uma vez ao mês e encaminhada ao laboratório de Curitiba.


As amostras serão obtidas de duas ordenhas: uma pela parte da manhã e outra a noite.
Os interessados para participar do programa deverão comparecer a Secretaria de Agricultura de Flor da Serra do Sul e preencher uma ficha de inscrição. O produtor poderá acompanhar o desempenho do seu rebanho no site da Associação depois de receber um login e uma senha.