Notícias

Flor da Serra do Sul, PR °min °max

Produtores plantaram menos milho em 2009

=”javascript:popup(‘/pop-up/noticias.asp?id=328&img=01’);”>A safra de milho deste ano deve ser bem mais produtiva do que a do ano passado. Mesmo com a diminuição da área de cultivo os produtores da região acreditam que o volume de milho produzido por hectare seja o dobro do ano passado.
Boa parte da região diminuiu a área de cultivo de milho em pelo menos 40%. Isto não quer dizer que o volume da produção será menor. Exceto pelo excesso de chuva no início do plantio, que atrasou a plantação de muitas áreas, o clima ajudou muito. Choveu a quantia certa, não houve períodos de estiagem, nem grandes ataques de doenças e pragas agrícolas.



Esta área que deixou de ser cultivada com milho cedeu espaço para a cultura da soja. Conforme informações da Epagri e da Secretaria de Agricultura de Santa Catarina o estado baterá recordes de produção de soja. A estimativa é que a safra de soja deste ano seja pelo menos 30% maior que a safra do ano passado.


=”javascript:popup(‘/pop-up/noticias.asp?id=328&img=02’);”>O agricultor e pecuarista de Flor da Serra do Sul, Jan Alberto Damo, destaca que a média de custos de produção desta safra de milho ficou bem menor que a safra do ano passado. “Este ano gastei em torno de R$ 1,8 mil por hectare” diz Jan revelando que os agricultores que realmente economizaram foram aqueles que compraram no tarde.
Realmente os custos de produção deste ano estão abaixo da média dos últimos anos. Historicamente os produtores que antecipam a compra de sementes, insumos e defensivos agrícolas realizam melhores negociações. Com o fim da crise mundial em setembro de 2009 os preços diminuíram gradualmente.



“Isto é uma coisa rara. Quem costuma comprar antecipadamente acertou entre 7 e 8 vezes nos últimos 10 anos” afirma Alcindo Rossett, gerente da Cooper Alfa de Xanxerê, e ex-gerente da unidade da Alfa de Palma Sola.
Jan Damo estima colher entre 180 a 200 sacas por hectare, mais ou menos a mesma média dos demais produtores da região. Já a média nacional da última safra foi de apenas 68 sacas por hectare. No entanto algumas fazendas do Centro-Oeste chegaram a registrar produção de 266 sacas, ou seja 15.960kg de milho por hectare.



Jan Damo deve iniciar a colheita dia 10 de março. Mesmo tendo plantando uma área 50% inferior a do ano passado, Jan, crê que produzirá o mesmo volume de 2009, quando colheu 10 mil sacas numa área de 100 hectares.
O valor de mercado da saca de milho é de R$ 16, indicadores econômicos apontam que este valor pode diminuir ainda mais. A média paga na safra do ano passado foi de R$ 21.
O receio da maioria dos produtores do Oeste catarinense e Sudoeste paranaense é justamente que o preço diminua ainda mais, afetando a lucratividade desta commodity.






=”javascript:popup(‘/pop-up/noticias.asp?id=328&img=01’);”>