Notícias

Flor da Serra do Sul, PR °min °max

Inicia 2ª etapa da campanha de aftosa

=”javascript:popup(‘/pop-up/noticias.asp?id=532&img=01’);”>No dia 1º de novembro iniciou no Paraná a 2ª etapa da campanha de vacinação da febre aftosa. O objetivo do governo e da SEAB (Secretaria da Agricultura e do Abastecimento) é vacinar 9,6 milhões de cabeças de gado. Depois de tentar, sem sucesso, tornar o estado livre da febre aftosa sem vacinação lideranças ainda lutam por este propósito.



O Secretário da Agricultura e do Abastecimento do Estado, Erikson Camargo Chandoha ressalta a importância de que o estado ganhe o status de livre da doença, conquista que até o momento, somente Santa Catarina conseguiu.
Em Flor da Serra do Sul a meta é vacinar 15.400 cabeças de gado, distribuídos nos 860 cadastros de propriedade com bovinos do município. Todo o criador de bovinos tem até o dia 30 de novembro para vacinar e declarar os animais da propriedade.



Durante a primeira etapa da campanha realizada no mês de maio, foram vacinadas no município pouco mais de 5 mil cabeças de gado com até 24 meses. “O diferencial da segunda etapa é que todos os animais, independente da idade, terão que ser vacinados e declarados” explica o coordenador da SEAB de Flor da Serra do Sul, Giovani Pizatto frisando que a dose da vacina a ser aplicada em cada animal custa entre R$ 1,30 e 1,40.



De acordo com Giovani os agricultores que não declararam os animais da propriedade e retiraram o comprovante da primeira campanha, realizada em maio, também terão o prazo até o dia 30. “Se o agricultor não comparecer aqui na sub-unidade até o prazo estipulado, a SEAB de Barracão, responsável pelo nosso município, irá tomar as medidas cabíveis” finaliza ele. De acordo com a SEAB produtores ou pecuaristas que não vacinarem os animais dentro do prazo terão uma multa de R$ 91,05 por cabeça não vacinada.


Brucelose


A campanha de brucelose, que aconteceu no mês de abril e no mês de outubro, tem como objetivo vacinar fêmeas bovinas de três a oito meses de idade. De acordo com Giovane quando o agricultor vir comprovar a vacinação da aftosa precisa ter apresentado o comprovante da brucelose para receber um carimbo como comprovante.


 






=”javascript:popup(‘/pop-up/noticias.asp?id=532&img=01’);”>