Notícias

Flor da Serra do Sul, PR °min °max

FSSul participará do 2º Concurso de Redução de Perdas na Colheita de Soja

=”javascript:popup(‘/pop-up/noticias.asp?id=745&img=01’);”>Este ano oito produtores de Flor da Serra do Sul participarão do 2º Concurso de Redução de Perdas na Colheita de Soja. Na sexta-feira, dia 10, a Secretaria de Agricultura de Flor da Serra do Sul protocolou as inscrições dos produtores na comissão regional do concurso.  Segundo a engenheira agrônoma, Sônia Toigo, o objetivo do concurso é alertar o produtor sobre as perdas durante a colheita.  “A planta deste ano deverá ter um porte menor em relação ao ano anterior, devido à estiagem. Caso seja confirmada a redução da produtividade, a perda na colheita também deverá ser menor” explica a engenheira agrônoma.



Só ano passado os produtores sulflorenses juntos deixam de colher 5.705 sacas de soja . O produtor de Flor da Serra do sul perdeu em média 1,63 sacas por hectare na hora colheita.  O índice de perdas ficou bem longe do índice aceitável pela Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) que é de 0,75 sacas. O valor jogado pelo ralo foi de R$ 239.610,00.



Segundo a engenheira agrônoma, Sônia Toigo, a máquina do produtor também é responsável pelo  alto índice de perdas registrado ano passado. “Depois do 1º  concurso, os produtores de soja participaram de um curso de regulagem de colhedoras promovido pela Cooperativa Alfa em parceria com o Senar [Serviço Nacional de Aprendizagem Rural]” diz Sônia.



O resultado do 2º Concurso de Redução de Perdas na Colheira de Soja será divulgado dia 18 de maio, em Francisco Beltrão. A premiação para os vencedores do concurso ainda não foi divulgada. O concurso é realizado pela Seab (Secretaria de Agricultura e Abastecimento), Emater (Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão), Claspar (Empresa Paranaense de Classificação de Produtos), e pelas secretarias municipais de Agricultura.


Metodologia e verificação das perdas
O participante do concurso deverá comunicar à Secretaria de Agricultura de Flor da Serra do Sul o dia em que iniciará a colheita. Os grãos serão coletados pela comissão avaliadora em quatro áreas diferentes da lavoura, cada uma medindo 2 metros quadrados. Serão evitadas as coletas em áreas de manobras e operação de máquinas.



O material coletado será colocado em uma caixinha e terá a assinatura do produtor e dos profissionais que acompanharam a coleta. A amostra será enviada à Claspar (Empresa Paranaense de Classificação de Produtos) e ficará armazenada com as amostras de outros produtores nas mesmas condições de temperatura e ambiente. Os grãos serão pesados e a média será calculada levando-se em consideração o número de hectares inscritos no concurso.






=”javascript:popup(‘/pop-up/noticias.asp?id=745&img=01’);”>