Notícias

Flor da Serra do Sul, PR °min °max

FSSul entrega vacas de leite à famílias carentes

=”javascript:popup(‘/pop-up/noticias.asp?id=703&img=01’);”>A administração de Flor da Serra do Sul entregou 14 vacas de leite, no último dia 4. Foram beneficiadas 14 famílias carentes. Segundo o vice-prefeito e secretário de Agricultura, Josemar Tomazzini, as famílias receberam orientações de como manter o animal saudável com uma alimentação balanceada e com as vacinas em dia. “Grande parte das vacas são da raça Jersey e têm produção mínima de 10 litros de leite por dia” salienta Tomazzini.


Uma das famílias beneficiadas foi a do agricultor da Linha Pedra Lisa, Nelson Horst. “A vaca veio em boa hora. Estávamos comprando leite e chegávamos a gastar todo mês em torno de R$ 60” diz o agricultor. O valor do leite comprometia 15% da renda da família de seis pessoas que sobrevive com R$ 400 por mês.



A família mora em uma propriedade de 17 hectares, mas com pouca produção agrícola. “Plantamos um pouco de milho, hortaliças para comer e criamos galinhas. Esse ano vamos colher a nossa primeira safra de soja” diz Nelson.
Seu Nelson conta que já foi produtor de leite, mas teve que vender as vacas para pagar as despesas médicas, depois de adoecer. “Essa é uma oportunidade para eu retornar com a atividade leiteira. Espero poder produzir queijo e vender para aumentar a renda da minha família” ressalta.



A família de seu Nelson e de outros 13 agricultores estão recebendo acompanhamento das secretarias de Agricultura e de Assistência Social. “Queremos que essas famílias utilizem o leite da melhor forma possível e que futuramente possam comercializar e ter uma nova fonte de renda” afirma Tomazzini. Nos próximos meses as famílias também receberão orientações para fazer hortas e aquelas que ainda não receberam banheiro serão contempladas com o novo projeto de módulos sanitários.



Segundo Tomazzini as vacas doadas são inseminadas e quando nascer a primeira bezerra a família deverá entregar à administração. “A bezerra será entregue para outra família que não tem vaca leiteira em sua propriedade” diz Tomazzini. Cada animal custou aos cofres municipais aproximadamente R$ 1.950.






=”javascript:popup(‘/pop-up/noticias.asp?id=703&img=01’);”>