Notícias

Flor da Serra do Sul, PR °min °max

Nos pênaltis Estofados D’Julia leva o municipal de campo em FSSul

=”javascript:popup(‘/pop-up/noticias.asp?id=446&img=01’);”>O equilíbrio nas partidas finais do municipal de campo de Flor da Serra do Sul foi evidente. Seja nas semifinais quanto na final e disputa de 3º lugar. Tanto é que nos quatro confrontos a definição do vencedor passou pelas cobranças de pênaltis.



No último sábado, dia 19 de junho, foi realizado a final do 9º Campeonato Municipal de campo de Flor da Serra do Sul. A competição teve sua primeira rodada dia 20 de março, contou com nove equipes e bom nível técnico. “A competição já deveria ter terminado, mas muitas rodadas tiveram de ser adiadas devido a chuva e ao mau tempo. De qualquer maneira o campeonato foi excepcional, acredito que um dos melhores já realizados em Flor da Serra do Sul” afirma o Secretário de Esportes de Flor da Serra do Sul, Élio Bernardom.


=”javascript:popup(‘/pop-up/noticias.asp?id=446&img=02’);”>A final
Logo as duas equipes finalistas, Casas Marta e Estofados D’Julia começaram a todo o vapor – legítimo jogo de final. Também com olhar não muito admirável de algumas pessoas, pois segundo elas, houve uma espécie de excesso de “companheirismo” das equipes na fase classificatória.



Quem tomava a iniciativa do jogo era a Casas Marta, o goleiro palmassolense Diogo Riviera se virava de tudo que é jeito para defender os ataques rivais. Exemplo disso foi aos 22 minutos do primeiro tempo, onde o goleiro fez uma ótima defesa, após chute do camisa 8 da Casas Marta, Fábio Rodrigues. Por fim quem atacava mais, saiu na frente, no comecinho do segundo tempo, a 1 minuto de jogo, o número 17 da Casas Marta, Marciel Schvers acertou um belo chute e abriu o marcador no estádio municipal. A equipe comemorou efusivamente o gol.



Os jogadores mais experientes da Casas Marta sabiam o que estavam fazendo, procuravam catimbar o jogo, o bom goleiro Jovani Cenatti, popular Vanico, esfriava o jogo quando demoradamente colocava a bola em campo.
Por fim, a juventude do Estofados D’Julia buscou forças e empatou a partida, aos 35 minutos do segundo tempo, a bola foi alçada da área do Casas Marta, e o número 3, zagueiro palmassolense Marcelo Luchese, pulou entre dois marcadores, cabeceando firme e empatando  a partida.



Como de praxe, a decisão foi para as penalidades máximas, o primeiro a bater foi o número 3 da Casas Marta, Vantuir Bortolini, marcando 1 a 0 para Casas Marta. Quem empatou a peleia foi Marcelo Brasso, o goleiro Jovani Cenatti até pulou para o lado certo, mas o seu tamanho, nessa ocasião, não foi muito favorável.



O salgadense Edson Farinha, número 4, novamente bateu no canto oposto ao do goleiro e fez 2 a 1 para o Casas Marta. O segundo batedor do Estofados D’Julia foi Marcelo Luchese, o zagueiro xerifão e autor do gol no primeiro tempo parou no goleiro Jovani Cenatti, que defendeu a penalidade com os pés. Até então quatro cobranças e 2 a 1 para o Casas Marta.
Depois disso o número 8 do Casas Marta, Fábio Rodrigues, chutou e converteu, 3 a 1. Já o camisa 8 do Estofados D’Julia, Ronaldo Zanella diminuiu a diferença, deixando 3 a 2 para o Casas Marta. Eis que vai para a cobrança o camisa 21 do Casas Marta, Paulo Guimarães, o jogador bateu firme e o goleiro Diogo Riviera fez boa defesa.
E para deixar tudo empatado, o camisa 17 do Estofados D’Julia Josemar Horst converteu. Um pênalti errado para cada lado restando apenas mais uma rodada e o placar era 3 a 3.



Quem tomou peito da equipe do Casas Marta foi o zagueiro, que jogou com a camisa nú