Notícias

Flor da Serra do Sul, PR °min °max

FSSul terá curso de dança de salão

=”javascript:popup(‘/pop-up/noticias.asp?id=737&img=01’);”>O curso de dança de salão inicia dia 5, no Centro de Idosos, em Flor da Serra do Sul. As aulas serão ministradas pelo grupo Terthúlia Companhia de Danças e Artes. Poderão se inscrever casais a partir dos 12 anos. “O objetivo do curso é manter viva a cultura e não deixar a dança se perder no tempo” afirma o músico Vanderlei Vargas. Quem tiver interesse em participar do curso deverá procurar a Secretaria de Cultura de Flor da Serra do Sul. Não serão cobradas inscrições, mas no final do curso o casal terá que vender de 12 a 14 ingressos para o baile de formatura.



Serão três aulas experimentais. No período de Quaresma as aulas deverão ser suspensas e deverão retornar no primeiro final de semana após a Páscoa. “Os alunos terão 12 aulas com duração de 2 horas para aprender diversos ritmos como vanerão, xote, valsa e marchinha” diz Vanderlei.



As aulas também poderão ser ministradas no distrito de Tatetos e na Linha Rio Verde. “Se um grande número de palmassolenses se inscreverem no curso, algumas aulas também serão no CTG Estância da Fronteira” diz Vanderlei.



São esperados de 50 a 80 casais. O agricultor Olímpio Domingos Lamera e sua esposa Lenita estão entre eles. “Eu e a minha esposa não sabemos dançar. O curso é uma oportunidade para aprendermos e se divertimos mais nos bailes” diz Olímpio que com 52 anos participará pela primeira vez de um curso de dança.


A dança a dois
Segundo a psicóloga, Graziela Picini, dançar faz bem para a vida conjugal. “A dança é um excelente recurso contra o estresse causado pela correria do dia-a-dia e principalmente quando a vida a dois começa a ser monótona” explica a psicóloga.



A dança é capaz também de unir casais através do toque. “A dança aumenta a sensibilidade do casal, melhora a convivência à medida que o casal interage e descobre como superar os desafios da dança” diz Graziela. Quem dança também pode ter mudanças de comportamento como o aumento da autoestima, e passa a conhecer as próprias limitações e dificuldades.



Os ensinamentos de um curso de dança podem ser levados para a vida a dois. “Na dança temos que aprender a conduzir e ser conduzido. É preciso ser compreensível com o erro do outro. Na vida de um casal não deve ser diferente” finaliza a psicóloga.






=”javascript:popup(‘/pop-up/noticias.asp?id=737&img=01’);”>