Notícias

Flor da Serra do Sul, PR °min °max

Projeto Leitura Prazerosa incentiva o hábito de ler

=”javascript:popup(‘/pop-up/noticias.asp?id=589&img=01’);”>Alunos dos 2º ao 5º, de Flor da Serra do Sul, estão sendo incentivados a adquirir o hábito da leitura. O Projeto Leitura Prazerosa é realizado com 50 alunos da rede municipal de ensino na Biblioteca Pública.



Segundo a professora responsável, Roselei de Fátima Genoatto, a maioria das crianças lê superficialmente. “Eles decodificam o alfabeto não conseguem interpretar e nem absorver a leitura”, lamenta.



O projeto começou em outubro de 2010 e de lá para cá só aumenta. “Eram 30 alunos, mas este ano já são 50”, comemora Roselei. O aumento se dá pelos resultados. De acordo com a professora, os colegas de trabalho comentam a melhora dos alunos dentro da sala de aula. “Alguns nem se manifestavam, agora já são os primeiros a querer ler, dialogar sobre o assunto estudado, eles estão conseguindo se soltar”, explica.



O método de ensino é basicamente ler e explicar o que entendeu do texto, também é realizado teatro e brincadeira com fantoche. As crianças podem levar os livrinhos para casa. “Assim elas contam para os pais, e partilham o hábito da leitura”, explica Roselei.



E não são só os profissionais que percebem a mudança, os alunos também se sentem melhor com o hábito da leitura. “Eu gosto de ler, participo desde o ano passado, a ‘profe’ pede pra gente contar a história, eu to entendo melhor”, explica Emanoel Cenatti, 9 anos.



A jovem Aline de Bortolli, 8 anos conta que também gosta: “está me ajudando na aula”. Já Guilherme Renan Loff, 9 anos, que está no primeiro dia do projeto diz estar gostando. “Eu venho do Tatetos com a minha mãe, e to achando bom”.



A mãe de Guilherme, Clenir Loff, acredita que trazer o filho para o projeto lhe proporcionará uma melhora na leitura. “Ele tem dificuldades e tenho que ajudar principalmente enquanto é pequeno”, explica.



O projeto, até o momento, é voltado apenas para as crianças da cidade, já que é realizado fora do horário de aula. “Teria que ter um transporte específico para as crianças do interior, estamos começando o projeto este ano e com o tempo vamos atender mais crianças”, finaliza Roselei.


Projeto de Leitura Prazerosa em Flor da Serra do Sul
Roselei de Fátima Genoatto


Esse projeto pelo fato de percebemos que alguns alunos não tem o habito da leitura, e alguns acabavam lendo e aquela coisa superficial, então estamos desenvolvendo esse projeto para eles lerem e explicarem.
São alunos desde o segundo ano até o quinto ano. Somente a rede municipal.



Tenho 50 alunos, divididos entre as manhãs, eles ficam em média 1h30 de leitura.
São livros infantis e clássicos da literatura. De autoajuda, alguns no sentido de respeito. Eles tem a liberdade de escolher o que eles querem. Cada um é livre para escolher o que quiser. Depois eles contam as historinhas, produzem texto, fazem teatrinho, fantoches.



Eu comecei esse projeto em outubro do ano passado. Dá pra notar uma melhora na escola, vários professores falaram que assim o aluno nem se manifestava, era retraído, não tinha vontade de expor. Agora alguns que já vieram ano passado, eles são os primeiros a querer contar, desde uma notícia que eles leem no jornal, eles querem contar.
Eles tão conseguindo absorver, que eles se soltem, é o que eu mais quero com o projeto.
Ele só decodifica as letras não faz aquela leitura interpretativa.



Pelo menos quando trabalhei os alunos não faltavam, as mães me ligavam e me mandavam bilhete quando havia algum problema em que o aluno não poderia vim para a aula.
Tanto as mães como os alunos se apegar