Notícias

Flor da Serra do Sul, PR °min °max

Biblioteca está sendo reestruturada

A educação sempre é um setor posto pelos administradores e gestores municipais como prioridade de investimento. Fato é que existem muitas formas de promover educação de qualidade, que deve estar acessível a todos indo muito além da sala de aula e das escolas. Pensando nisso, a Administração Municipal de Flor da Serra do Sul está promovendo a reorganização da biblioteca municipal, com o objetivo de aumentar o número de livros disponíveis, reorganizar o ambiente da biblioteca e incentivar crianças, jovens, adultos e idosos a ler.

Quem está participando dessa mudança é Nadir Guimarães, atualmente responsável pela biblioteca, juntamente com a jovem aprendiz Natasha Fim. “Quando entrei aqui me decepcionei com a maneira como a biblioteca estava, com livros em caixas. E eu vejo que a leitura é fundamental, porque é uma das formas que temos para melhorar a educação como um todo. Então em conversas com o Secretário de Educação expusemos as ideias de melhorias que tivemos e ele nos deu todo o apoio, então estamos fazendo uma reorganização por completo aqui dentro, arrumando as salas, catalogando os livros no sistema e fazendo uma mudança no ambiente daqui”, comenta.

Aos poucos o número de pessoas frequentando a biblioteca está aumentando. “Estamos surpresos com a quantidade de pessoas que estão vindo aqui buscar livros, não apenas com as escolas, mas por conta própria. Todo dia vem gente, de diversas idades”, conta.

Nadir salienta que os jovens de hoje em dia leem bastante, a diferença está no que eles estão lendo e como estão lendo. “A diferença está na forma da leitura. Hoje eles ficam muito nos textos da internet, um conteúdo muito mastigado, pronto, que exige pouco de quem está lendo. Além disso, dessa forma, eles ficam muito presos aquilo que o repórter ou o autor do texto coloca, e não buscam outras formas de interpretar ou outras visões sobre o assunto. Nos livros é diferente, uma leitura mais seleta, com mais nuances e que exige concentração, percepção e interpretação do que está sendo posto para que o leitor consiga compreender a história toda, entender seus personagens e captar a mensagem”, afirma.

Nadir afirma: livro foi feito para estar nas mãos das pessoas! “Eu até dei um puxão de orelha no secretário, ele me falou que tem uns 170 livros em casa, e eu falei: faça uma doação para a biblioteca, porque livro não foi feito para estar numa caixa, numa prateleira, livro foi feito pra ficar na mão dos leitores. Não tem que ter isso de ter ciúme dos livros, temos que compartilhar o conhecimento”, afirma.

Atualmente tem em torno de 10 mil exemplares na biblioteca e para melhorar ainda mais o acervo está sendo feito um levantamento de novos títulos que serão comprados. Na semana passada a prefeita Lucinda esteve na biblioteca para visitar o espaço reorganizado e conversar com Nadir sobre a compra dos novos livros. “Vamos organizar essa lista com os livros que serão comprados e faremos essa aquisição. Comprar livros é um grande investimento para a educação da nossa população, e desde já deixo o convite para que todos venham até a biblioteca. É gratuito e é para todos”, afirmou Lucinda.

O secretário de Educação, Doalsei Caragnatto, destaca que desde que assumiu a pasta tinha o interesse em ampliar o acesso à biblioteca. “Temos uma boa estrutura mas que estava sendo pouco utilizada. Por isso estamos fazendo esse trabalho para que não apenas os alunos, mas a população em geral busque os livros que estão lá disponíveis. Queremos incentivar a todos para que leiam e vemos que as crianças são uma boa vitrine, por isso mesmo, toda a semana tem turmas que vão até a biblioteca e ficar por lá com as professora lendo, brincando e ouvindo histórias. É um momento de fantasia e criatividade”, finaliza.